04 abril, 2007

O frio que veio da Holanda

A roda de ciência decidiu focar este mês o problema do aquecimento global. Confesso que se a política por trás da coisa me interessa pouco, os estudos das evoluções do clima, e dos factores que entram em jogo, são no entanto fascinantes. Enquanto procurava algo sobre o tema encontrei um artigo curioso, em que o autor colocava a questão: qual a razão que levou os holandeses às costas da América do Norte 400 anos atrás? A resposta está no roedor de ar receoso que se mostra na imagem: o castor americano, de seu nome científico Castor canadensis. O autor explica também qual o motivo: o frio que se na época se fazia sentir na Europa. O início do século XVII corresponde à parte mais fria daquilo que se conhece como a Pequena Idade do Gelo. Não espanta assim que existisse uma procura muito grande por casacos de peles (em especial castor) por parte das classes altas e médias da Europa. O resultado foi um extermínio generalizado dos castores à escala planetária, e em particular na América do Norte. Os castores esgotaram-se, os holandeses partiram, mas os efeitos dramáticos na paisagem permaneceram. O que eu ignorava é que até talvez o clima tenha sido afectado. [ler mais ...]

5 comentários:

João Carlos disse...

Curioso... Um raciocínio análogo pode levar à conclusão que Buffalo Bill pode ter contrubuído, sem querer, para uma diminuição do aquecimento global, matando búfalos indiscriminadamente, só para mostrar sua destreza, impedindo que as flatulências bufalinas aumentassem as emissões de gás carbônico...

Como será que o Greenpeace reagiria a essa conclusão?... ;)))

Silvia Cléa disse...

Como será que o Greenpeace reagiria a essa conclusão?...

Bem, à "conclusão" eu não sei, mas à prevenção eu tenho uma certa idéia...não foi publicada recentemente a descoberta de uma certa droga que diminui tal efeito nos animais? Então, acho que eles iriam, digamos, "adquirir qdes quantidades da mesma e sair pelos campos a distribuí-la!" ;o)))
[]s,

Rogério Silva disse...

Oi,
Pode ser, mas ao que me consta a intenção do "Buffalo Bill" da época era outra, ou seja, destruir os índios nativos que dependiam do búfalo como caça e sustento.
Os "Greenpeace" de cada época têm que decicidir o rumo a tomar. A quetão é sempre política e nunca científica ou social. É lamentável!!!

OK disse...

Torne-se vegetariano e contribua assim para o controle do efeito estufa!

Maria Guimarães disse...

adorei! nunca imaginei que castores contribuíssem para o aquecimento global! estava aqui lamentando nunca ter visto diques de castores ao vivo, mal sabia eu que eles são os maus da fita!
mais um exemplo de como as relações ecológicas são infinitamente complexas.