18 dezembro, 2006

Blogs facilitam escrever mais simples

Depois escrevo um texto meu, por enquanto vai aqui uma notícia da USP online para quem não viu:

Blogs de pesquisadores incentivam nova forma de discussão acadêmica

Paulo Gama / USP Online

Até pouco tempo atrás, quando um pesquisador decidia expor suas idéias em algum meio diferente das tradicionais publicações científicas, esbarrava em limitações técnicas, como por exemplo a dificuldade para construir um site pessoal ou criar um grupo de discussão.

Recentemente, com a popularização dos blogs, esses pesquisadores viram aberta uma nova porta, que impulsionou um tipo diferente de debate. Nessas páginas virtuais, surge uma discussão um pouco menos acadêmica e mais ligada a temas cotidianos, que consegue atingir um público diferente, menos ligado às universidades, mas maior em quantidade. “Com um blog você tem a coisa na mão. A ferramenta é pronta, é só chegar e escrever! Essa questão técnica foi um ponto a favor dessa popularização, que foi muito legal e deu um grande avanço na área”, explica a professora da Escola de Comunicações e Artes (ECA), Elizabeth Saad Correa.

A professora ressalta que os blogs não têm a função de fomentar, especificamente, discussões acadêmicas profundas, mas se tornam essenciais na difusão do conhecimento gerado por pesquisas. “O blog serve pra você difundir as idéias que foram trabalhadas por um tempo maior e por um grupo menor. A discussão em profundidade não se dá no blog. Ela se dá, em geral, em listas fechadas de discussão, nas quais você conhece quem participa”, afirma.

Isso faz com que os assuntos tratados precisem se aproximar mais do cotidiano do usuário, possibilitando uma integração maior do mundo acadêmico com o público geral. “Você só consegue essa interação, essa troca de opiniões mais coletivas, se for um assunto de interesse desse freqüentador”, explica.

Outro fator importante é o tipo de linguagem usada pelo pesquisador: “Um blog com palavras mais técnicas vai ter poucos freqüentadores. Mas à medida que o site vai simplificando a linguagem, ele vai ampliando a possibilidade de usuários e comentadores. Quanto mais próxima a linguagem do público, mais o blog agrega”. Essa linguagem, afirma a professora, acaba tornando o próprio blog mais atraente: “Ele deixa de ser técnico e passa a conversar num nível de entendimento mais amplo.

Para continuar a ler, clique aqui. O meu blog está aqui na versão nova do Blogger.

Foto: Ok, ok, eu sei que estou (muito) mais gordo, mas o Richard Dawkins ficou usando aquela foto de jovenzinho durante anos em suas orelhas de livros...

9 comentários:

Anônimo disse...

Uma grande viva aos blogs que impulsionam milhentas discussões sobre os mais diferentes temas , são um veículo de informação a ter em conta e a tendência é para crescer mais e mais quer em qualidade quer em quantidade .

Maria Guimarães disse...

mas mesmo assim tem gente que escreve complicado em blogues...

Osame Kinouchi disse...

Ok, eu nao falarei mais sobre Principal Component Analysis...

Silvia Cléa disse...

OI, Osame!

Pena que lá no post que vc indicou, não tenha exemplos de muitos outros blogs, para que possamos avaliar (pelo menos, bisbilhotar...).
Ademais, concordo com as opiniões anteriores...

Silvia Cléa disse...

Oooops..."tenham"!
Acho que estou precisando de férias ;0)))
bjos

Anselmo Augusto de Castro disse...

Bem-vindo Osame.
Estava sentindo falta de sua prosa.
Gosto muito de lê-lo. Que bom que seu blog está na ativa novamente.
Sobre a questão da linguagem em blogs, creio que pesquisas na área de comunicação irão aumentar e trazer dados interessantes sobre o comportamento e interação desta nova forma de difundir idéias.

Abraços

Norberto Kawakami disse...

O que vejo é que falta um pouco ainda, nos blogs de ciência que visito, uma interação maior entre os blogs. Não, digo a troca de comentários só entre os blogueiros, mas interação do tipo trackback e gadgets do gênero blogístico para fomentar mais discussões entre os blogs...
Tenho a impressão, também, de que muitos acham que fazer divulgação científica é apenas fazer um cut e paste das notícias de revistas de divulgação, o que cansa um pouco...

Enfim, considero este blog, e de quem dele participa, uma grata exceção...

abraços

Silvia Cléa disse...

Oi, Norberto!

De minha parte, obrigada pela visita e pelo elogio a todos.
Volte sempre e faça críticas para que possamos melhorar. Estamos sempre ávidos por projetos novos e incansavelmente em busca de novas fontes e conhecimentos ;0)))
[]s,

birasblog disse...

isso é excelente!