11 março, 2008

Decisões éticas

Qual o papel do cientista nas decisões éticas?

As discussões sobre a lei de biossegurança incluíram debates sobre quando começa a vida. A visão científica se confronta à religiosa e à política. O público assiste, duvida, debate, acredita, opina.

Aborto, clonagem, transgênicos... são diversas as decisões éticas em que cientistas são chamados a opinar. Fica a dúvida: a ciência tem mesmo um papel aí, ou é mais um instrumetno de manipulação da opinião pública?


Tirei a imagem daqui.

Precisamos de sugestões de temas de discussão! Se puserem nos comentários desta postagem, anotarei para o mês que vem. Excluirei os temas que não tiveram nenhum voto este mês. Se quiser que algum permaneça, é só sugerir outra vez!
Esta roda de ciência está aberta a quem queira participar. Se você é um visitante esporádico, ajude a nos iluminar com seu conhecimento ou opinião. Para publicar um texto como parte da discussão, basta mandar uma mensagem para mariamsguimaraes arroba yahoo ponto com ponto br

2 comentários:

Porfirio Silva disse...

Penso que pode ser do interesse dos leitores deste blogue o Ciclo de Conferências "Das Sociedades Humanas às Sociedades Artificiais". Informação disponível no sítio do Ciclo de Conferências .

OK disse...

Maria, eu proponho uma certa continuidade de tema para o proximo mes: ética dentro da ciência ou ética do cientista. Tentar verificar quais são as regras éticas enfatizadas pela comunidade cientifica e quais seriam suas justificativas (racionais ou não). Como sugestão de leitura para o debate, proponho:

Conduct and Misconduct in Science
by David Goodstein

http://www.its.caltech.edu/~dg/conduct_art.html