01 novembro, 2008

O segredo de Atlântida

Ficção científica não é a minha praia - aliás, após escrever essa frase paro, respiro fundo e pasmo no mar azul marinho, estou no litoral, também mereço! Mesmo assim, óbvio que adoro ciência, suas invenções, descobertas, filosofias, discussões e algumas das histórias mirabolantes. Principalmente, aquelas com certa ideologia como “1984″ e “Admirável Mundo Novo” - geniais.

Recentemente, fiquei incumbida de uma missão quase impossível. Descobrir a “verdade” sobre o mito de Atlântida. A ilha da fantasia existiu? Então, onde estariam suas ruínas? Matutei… E parti para a pesquisa. O que achei de obras esotéricas sobre o tema não está escrito. Mas eu queria algo o mais científico possível. Daí, conversei com oceanógrafos. Até eles disseram: “Que difícil”!

Leia a continuação no Xis-xis, aqui.

4 comentários:

João Carlos disse...

Pois é... Platão estava fazendo - a moda grega - "ficção científica" (com a "ciência" da época dele). Até se pode incluir o Von Däniken e os "deuses astronautas" dele nisso.

Você me deu uma excelente idéia para um post... :D

Maria Guimarães disse...

adorei. você vê, ficção científica não é nossa praia mas quem resiste a uma boa amostra?

Francisco Castro disse...

Olá, gostei muito do seu blog. Ele é muito bom.

Parabéns!

Um abraço

McFly disse...

Pois é, Hy-Brazil estava presente em Erik, o Viking.

Não entendi muito bem como funciona a coisa do tema. Fiquei com vontade de fazer algo que me prometera ha tempos: falar sobre o Anjos e Demônios, do Dan Brown.

Bom, se puder me passar qualquer coisa, pra eu participar, ficaria grato. Mesmo.