18 agosto, 2006

Comentário - Dificuldades em divulgar biologia

Este post é um comentário ao texto publicado pelo Cais de Gaia no Roda de Ciência: Blogues e a dificuldade em divulgar temas de Biologia.

O blogue do projecto Caminhos do Conhecimento divulga informações sobre ciência, tecnologia, ambiente e sobre a actividade de comunicar / divulgar / popularizar estas áreas.

Confesso que pouco escrevo sobre ambiente e muito menos sobre tecnologia. Os principais motivos são a minha formação em Biologia / Ecologia e as minhas preferências pessoais nas ciências da vida.

No início, só escrevia sobre o que se fazia em Portugal, mas deixei-me disso, porque estava sempre tentada a escrever sobre o que se passava noutros países. As dificuldades de divulgar temas das ciências da vida são óbvias, mas... [leia mais ...]

4 comentários:

Maria Guimarães disse...

A questão que sempre me incomoda quanto aos blogues é a seguinte: eles podem ser meios fantásticos, no nosso caso para a divulgação de ciência. sobretudo pelo motivo que eu já escrevi em algum lugar - acredito que a possibilidade de discussão revele algo sobre o fazer da ciência (claro, só funciona quando representantes de diversos setores do conhecimento se dignam a tornar públicos seus comentários e questionamentos - o que no brasil ainda acontece muito pouco).
mas tem outro lado: o risco de não passar de um veículo para nossos egos. escrevo o que bem entender e tenho como saber quantas pessoas foram olhar! algumas centenas de pessoas por dia (que o caio tem, o "ciência e idéias" não) é muito leitor, mesmo que só dêem uma rápida olhada! enfim, o desafio é fazer bom uso desse veículo. torná-lo de utilidade pública.
sei que estamos todos, participantes desta roda, comprometidos com isso. mas mesmo assim sinto a necessidade constante de estar atenta a isto.
tem uma matéria na revista pesquisa fapesp deste mês que fala sobre blogues - embora não mencione os de ciência. tive a sensação de que, para o autor da reportagem, os blogueiros são sobretudo pessoas com ego inflado.

Caio de Gaia disse...

Maria de Guimarães, isso do ego inflado é válido também para o autor da reportagem. Se ele não achasse as opiniões dele tão importantes que toda a gente devia lê-las não tinha ido para a imprensa. Quanto aos leitores, nos temas não astronómicos tenho apenas algumas dezenas de leitores por dia. Temos que ter paciência, eles irão aparecendo aos poucos.

O que os blogs têm é uma grande versatilidade e cabe lá um pouco de tudo. Desde alguém que fale só de ciência no seu blogue, até alguém que fale da ciência apenas como um aspecto da sua vida entre muitos outros.

Aliás, alguns desses bloggers de "ego inflado" têm dotes de comunicação muito bons, e têm uma legião de fãs relativamente grande. Eu acho o blog da Lúcia Malla genial (enfim, eu gostaria que ela falasse um pouco mais de ciência ). Já agora, não estou a insinuar que ela mostre um ego por aí além (tirando a da "uma lula para o Lula" mas não é todos os dias que se conhece um presidente).

A separação das actividades de divulgação pode sempre ser feita participando num "blog carnival". Eu acho que pelo menos nos temas de divulgação de biologia deviamos pensar em organizar um para juntar a nossa escassa audiência.

João Carlos disse...

Bem... Minha megalomania jamais me incomodou (provavelmente incomoda os demais, mas - quem liga?...) A idéia de criar um Blog me ocorreu mais para extravasar meu inconformismo com a continuidade de problemas que, desde meus tempos de menino, vêm tendo as soluções postergadas e tratados com paliativos, como se um câncer pudesse ser curado com aspirinas.

Os artigos (que, na enorme maioria são traduções) me servem muito mais como fonte de referência para Grupos de Discussão (uma forma de arquivo "on line") do que propriamente uma imediata exposição de idéias a serem comentadas. A ausência de comentários, da qual vocês se queixam, pode perfeitamente ser causada pelo receio dos leitores de fazerem perguntas que traiam sua profunda ignorância no assunto, em público.

Deixo aqui a idéia: por que vocês cientistas não criam um endereço de e-mail, com um link no Blog, para que seus leitores façam perguntas, seja sobre a matéria em pauta, seja sobre outra coisa?

Foi através de um sítio da Internet, mantido pelo Instituto de Física da Universidade Federal do Ceará, chamado "Queremos Saber" para perguntas de leigos sobre física (hoje estendido para as áreas de matemática, química, biologia e astronomia) que travei conhecimento com o Daniel e encontrei alguém disposto a desvendar os mistérios da Física de Altas Energias a apedeutas.

A Seção de Biologia carece muito de biólogos interessados em responder às questões lá colocadas. Que tal fazerem uma visita? Uma pergunta pode perfeitamente motivar um artigo em seus Blogs e a resposta dada através de um link para o mesmo. Quantos leitores ávidos vocês poderão encontrar?...

João Alexandrino disse...

João Carlos, qualquer leitor de blog pode fazer perguntas como anónimo pelo que não me parece que esse seja um problema.